Lisboa-Pequim-Lisboa. Aventura portuguesa de 27.000 Km já está na estrada

  • Expedição portuguesa à China arrancou hoje do Padrão dos Descobrimentos, em Lisboa
  • Grupo de motards propõe-se a atravessar 19 países e documentar a viagem através do trabalho do fotojornalista Pepe Brix
  • NovoDia Cafés embarca na expedição com um objectivo simbólico: partilhar um NovoDia em cada um dos países/mercados percorridos

Lisboa, 1 de Maio de 2015

 

A expedição Lisboa-Pequim-Lisboa arrancou esta manhã do Padrão dos Descobrimentos, em Lisboa, e já está na estrada a cumprir os primeiros de 27.000 Kms que quatro aventureiros portugueses têm pela frente. Nas próximas oito semanas, os motards Pedro Roque, Nuno Pires Hélder Serôdio propõem-se a atravessar 19 países entre a Costa Atlântica e o Mar da China, acompanhados pelo fotojornalista Pepe Brix, que irá documentar a aventura para exposições itinerantes futuras. O projecto é suportado através de uma iniciativa de crowdfunding e tem apoio NovoDia Cafés.

“Tenho uma grande expectativa em poder fotografar no Médio Oriente, na China e principalmente na Mongólia”, afirma Pepe Brix, que recentemente publicou na National Geographic Portugal o seu mais recente projecto, “Código Postal: A2053N”, uma homenagem aos últimos heróis portugueses da pesca do bacalhau. Numa expedição que implicou grande preparação prévia, tanto ao nível da logística como da documentação necessária, os aventureiros portugueses confessam que enfrentam o desconhecido. “O Turquemenistão só atribui vistos depois de o Irão o fazer. A China é muito complicado e o Irão também não é fácil”, afirma o Motard Nuno Pires. “Levamos equipamento fotográfico, computadores, muitos cartões de memória, comida, alguns enlatados a contar com alguns países mais complicados e desertos que vamos atravessar, roupa e, claro, muito café”, diz ainda Pedro Roque.

Pedro Roque (44 anos, controlador de tráfego aéreo), Nuno Pires (44 anos, comandante da TAP) e Hélder Serôdio (38 anos, técnico de manutenção de helicópteros) são motards com experiência em expedições. Pepe Brix, fotojornalista e empreendedor de 30 anos, tem trabalho assinado e publicado decorrente de viagens pelos Estados Unidos, Índia, Nepal, América do Sul, Europa Central e de Leste. Desde o arranque junto ao Tejo e até à Turquia, iniciando depois a Rota da Seda e cruzando países como o Irão e Turquemenistão, até à entrada na imensidão chinesa, os quatro aventureiros Portugueses têm chegada prevista a Pequim no dia 4 de Junho.

O regresso será conduzido por rota distinta, atravessando a Mongólia e o Cazaquistão, a Rússia e depois a Polónia, cruzando por fim o centro da Europa de regresso à Costa Atlântica, até ao ponto de partida, o Padrão dos Descobrimentos, em Lisboa.

“Esta expedição está em rota com alguns dos países onde a nossa marca está presente, nomeadamente na Europa de Leste e na China; queremos assinalar essa presença partilhando o espírito de aventura com estes corajosos ‘motards’ portugueses. Esta será uma viagem simbólica para nós e, estamos seguros, muito saborosa para os nossos amigos Pepe Brix, Pedro Roque, Nuno Pires e Hélder Serôdio. Esperamos que o nosso café possa ajudá-los a encarar os 27.000 quilómetros que têm pela frente”, afirma Bernardo Alves, director-geral da NovoDia Cafés.

A expedição Lisboa-Pequim-Lisboa pode ser acompanhada em http://lisboapequimlisboa.com/ e em facebook.com/lisboapequimlisboa.

 

Sobre a empresa Novo Dia Cafés

A empresa Novo Dia Cafés foi fundada em 1950 e integra o Grupo Riberalves desde 1998. Em 2007 o Grupo Riberalves concretizou a aquisição da totalidade do capital e encetou uma reestruturação da marca, apontando a novos objectivos e mercados. O café constitui 85% dos produtos comercializados.